Seg a Sex: 08:30 - 12:00 / 13:00 - 17:30
  • +55 84 3234 7365
  • 99 133 96 62
  • 98 773 00 45
  • 99 686 75 97

Abandono Afetivo Parental – Aspectos Humanos e a Visão Jurídica

O Convívio social é passível de gerar direitos e deveres entre os indivíduos, pois os atos praticados por uns em face dos outros, quando geram prejuízos, resultam em obrigação de reparação dos danos que deles decorrerem. 

Abandono Afetivo

A família é uma das células da sociedade e, como qualquer outro grupo no núcleo familiar, os seus membros respondem pelos danos decorrentes de atos que gerem efeitos nocivos a qualquer de seus familiares, com a obrigação de reparação dos danos deles decorrentes, principalmente quando tais atos são de quem negligencia com seus deveres de assistência material e afetiva a dependente vulnerável.